Marcha pelo Estado Laico-Recife: A Pluralidade dos poucos

Sair às ruas para defender uma causa é sempre difícil, pois sempre vemos pessoas que tem um pensamento contrario, porém essa realidade não é compartilhada quando se falar Estado laico ou Estado secular, pois grande parte da população abordada não tem idéia do que é um Estado laico.

Mas afinal o que é laicismo? O laicismo é uma doutrina filosófica que garante a separação do Estado das igrejas e comunidades religiosas. Isso quer dizer que o estado laico é contra as religiões? Não, já que a doutrina filosófica do laicismo também defende a neutralidade do Estado em matéria religiosa, ou seja, um estado laico é um nação ou país que é oficialmente neutro em relação às questões religiosas e que garante a liberdade de credo dos seus cidadãos, porém não permite influência das crenças sobre os poderes do estado (Executivo, Legislativo e Judiciário) bem como qualquer tipo de serviço publico.

A interferência, por vezes inconsciente, da religião na vida das pessoas acarreta diversos males e injustiças sociais como a constante afirmação da supremacia masculina, resultando na inferiorização constante da figura da mulher, a demonização de religiões de matrizes africanas e da comunidade LGBT, bem como a negação e repressão do estado de descrença da comunidade ateia, dentre muitos outros fatores. Logo torna-se indispensável a garantia de um estado secular para promoção da igualdade e incentivo ao respeito mútuo para beneficio dos mais diversos segmentos da sociedade.

A prova da pluralidade de interesses que circundam a luta pela laicidade é a diversidade de pessoas presentes dentre as pouco mais de 25 pessoas que compareceram à marcha pelo Estado laico – Recife. Dentro deste pequeno grupo, couberam grupos de ateus, militantes LGBT, o grupo feminista de teatro “Loucas de Pedra lilás”, integrantes de bandas de Rock e professores, bem como a associação de estudantes ANEL-PE. Diante deste fato, paira a dúvida sobre o por quê de tão poucas pessoas estarem presentes numa manifestação popular de interesse de tantos segmentos.

É evidente que a educação brasileira é deficiente dentre tantas outras coisas na formação do cidadão, pois ainda lhe é negado no ensino básico o conhecimento sobre seus direitos e o entendimento sobre o conceito de justiça social. Diante dessa realidade é difícil para o cidadão acreditar no seu poder de mudança e na validade das manifestações de rua.  Se para um cidadão que se enquadra nas normas ditadas pela ditadura de uma sociedade heterocentrista já é difícil ser engajado e entender o seu papel social fica fácil compreender o  pouco de engajamento de LGBTs que são marginalizados como seres e cidadãos em todas as células sociais.

Para exercer o seu papel para a construção de uma sociedade mais justa é preciso entender qual é esse papel, e a segregação homofóbica que circunda a nossa sociedade constantemente questiona o valor dos LGBTs enquanto cidadãos de direito e unidade familiar levando-os à dúvidas ainda mais básicas, e as mais diversas incertezas restando pouco de si para abraçar causas como a da luta por um estado laico, ainda que esta seja de seu interesse.

Mesmo com a desilusão causada pela pequena quantidade de pessoas, a Marcha Pelo Estado Laico-Recife seguiu e atingiu seu objetivo de trazer o questionamento primário sobre o que vem a ser um estado laico, para que se possa lutar por ele. Como resultado especula-se a realização de uma nova marcha que terá apoio da Vereadora Marília Arraes com a intenção de agregar mais pessoas e amadurecer a necessidade de lutar por um estado laico para os Recifenses.

Thiago Henrique Rufino Gomes

Estudante de Ciências Econômicas

Militante LGBT (Recife/PE)

Anúncios
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.

9 respostas para Marcha pelo Estado Laico-Recife: A Pluralidade dos poucos

  1. Joseph Andrews disse:

    Adorei o Texto pois nunca tinha escudado sobre o que é e para que serve um estado laico, e quanto mas pessoa forem instruídos nesse mundo, mas força teremos para lutar pelo que acreditamos!! Parabéns pelo trabalho Thiago Gomes, Estudantes de Ciências Econômicas e aos Militantes LGBTs não só do recife mas de toda parte.
    Comecem as instruir as pessoas ao seu redor e esses pessoas vão instruir outra e outras, ate que essa população consiga ter força para lutar por seus próprio ideais. Mas um vez Parabéns pelo trabalho bem feito e continue lutando pela queles que não consegue lutar.

  2. Pingback: Bule Voador » Notícias sobre as Marchas Pelo Estado Laico

  3. Pingback: Notícias sobre as Marchas Pelo Estado Laico | Nerd Ateu

  4. Pingback: Outras Marchas já ocorridas « Marcha Pelo Estado Laico em BH

  5. Raíssa Santos disse:

    Ameeei, de verdade, esse é um texto super explicativo e muito inteligente! Parabéns Thi *-*

  6. Heyner disse:

    Simplesmente fantástico o seu texto, Thiago! Define com maestria a luta de todos nós para garantir a laicidade do nosso Estado!

  7. Gabriel disse:

    Parabéns Pessoal 😀

  8. Rafael disse:

    Quero participar da próxima. 🙂

  9. Pingback: Bule Voador » Marcha pelo Estado Laico em Belo Horizonte – fotos por @TulioVianna

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s